Estudantes » Mudança de casa? Checklist com tudo que não pode faltar!
Estudantes

Mudança de casa? Checklist com tudo que não pode faltar!

Mudança de Casa
Publicidade:

Normalmente, a mudança de casa é uma fase desafiadora e estressante para muitas pessoas, mas não deveria ser assim. Olhando de um ponto de vista otimista, inicia-se um novo capítulo na história de nossas vidas que talvez seja mais surpreendente e feliz do que o anterior.

Porém, é compreensível aquele “frio na barriga” quando estamos diante do novo, em especial os jovens que deixam a casa dos pais para morarem sozinhos.

De acordo com o livro “Mudar de casa — tornando real a casa dos seus sonhos”, da arquiteta Marcia Meccia, algo que pode ajudar a diminuir a ansiedade é encarar a mudança como uma conquista.

Além disso, o planejamento também é essencial. Por isso, preparamos este artigo para ajudar você a conhecer as principais fases e ser bem-sucedido em como fazer mudança. Vamos lá!

Como escolher a imobiliária ideal?

Não importa se a intenção é comprar ou alugar um imóvel, para realizar esse processo com tranquilidade é preciso acertar na escolha da imobiliária. Podemos dizer que assim como as placas em uma estrada orientam os motoristas a chegarem ao destino, a imobiliária apontará as moradias que se encaixam nas suas necessidades.

O próximo passo é analisar o histórico e a reputação da empresa perante os clientes, os parceiros e os investidores. Para isso, vasculhe a internet em busca de comentários sobre a imobiliária.

Normalmente, os sites das empresas exibem os nomes de alguns clientes e suas observações sobre os produtos e serviços da marca. Porém, é melhor conferir também em outros endereços virtuais.

Tenha em mente que a qualidade das moradias oferecidas pela imobiliária diz muito a respeito do nível de profissionalismo e excelência dela. Fique de olho também em anúncios com fotos de má qualidade que tendem a esconder a real condição estrutural da moradia.

Confira também o atendimento virtual e pessoal dos profissionais do empreendimento. Por exemplo, uma central de relacionamento com vários canais de comunicação, rapidez e presteza nas interações e uma boa recepção no escritório da imobiliária são excelentes indicadores para fechar um acordo bem-sucedido.

Por fim, verifique os tipos de serviços oferecidos pela empresa que facilitam a vida do cliente. Esse é o caso da concessão do fechamento do contrato de aluguel sem a necessidade de uma garantia locatícia ou um suporte 24 horas por dia especializado em pequenas manutenções e reparos no apartamento.

Quais são as maneiras de escolher o apartamento perfeito?

A escolha do melhor tipo de moradia deve ocorrer antes de iniciar o processo da mudança de casa. Embora não seja uma tarefa fácil, fica menos complicado quando a decisão é baseada nas suas necessidades e condições pessoais.

Como sugestão, comece verificando o quanto você pode pagar pela locação de uma residência. Com base nessa faixa de valores, pense na quantidade de espaço que necessita. Em seguida, veja a localização da moradia que deve ser funcional para o seu cotidiano, ou seja, o mais próximo possível da faculdade ou do trabalho.

Daí acesse o site das imobiliárias da região, filtre os imóveis de acordo com as suas especificações e confira com calma os anúncios. Algumas empresas disponibilizam tours virtuais com boa resolução em 360 graus, que oferecem uma percepção bem realista sobre as condições internas da moradia, sem precisar de uma visita presencial.

Embora a tecnologia ajude, ajuda muito agendar com a imobiliária uma visita física antes de realizar um aluguel de apartamento. Fazer isso é importante não só para avaliar de perto a estrutura, mas também para sentir o nível de conexão com a moradia e o local no qual ela está endereçada. Mas é bom priorizar para não perder tempo com muitas visitas infrutíferas, e a busca pela internet é fundamental nesse priorização!

Além disso, será uma oportunidade de tirar dúvidas com um profissional experiente e aumentar a segurança na hora de decidir ou não pelo apartamento.

O que devemos ficar atentos na hora de fazer o contrato de aluguel?

Chegamos a uma das fases mais estressantes para alguns quando estão prestes a mudar de casa: o contrato de aluguel. Infelizmente, nossa cultura nacional não estimula e nem valoriza o hábito da leitura, mas é preciso “remar contra essa maré” lendo e entendendo cada cláusula do contrato de aluguel.

Se for necessário, peça o auxílio da consultoria de um profissional da área jurídica imobiliária. Embora não seja obrigatório interpretar toda a lei do inquilinato (n0 8.245/1991), o ideal seria conhecer alguns detalhes importantes referentes aos direitos e deveres das partes do acordo de locação.

Quer um incentivo? Nada melhor do que evitar a tristeza de ser pego de surpresa em uma situação que estava prevista no contrato. Confira quais são os principais pontos desse documento, que devem receber consideração especial:

  • os dados pessoais do locador e do locatário;
  • as especificações do imóvel, como a metragem e dados do relatório da vistoria;
  • as condições de pagamento;
  • a data de vencimento das prestações;
  • o prazo de vigência do contrato;
  • a forma de reajuste do aluguel (índice utilizado e a data anual da alteração);
  • as multas por descumprimento das cláusulas contratuais;
  • os responsáveis pelos pagamentos das contas da moradia (luz, água, IPTU, taxa de condomínio etc.)
  • alguns esclarecimentos sobre custeio de reformas e alterações da estrutura do imóvel;
  • outras informações pertinentes como o procedimento em caso de aparecimento de defeitos ocultos;
  • as garantias para o proprietário caso haja a inadimplência do locador (fiador, seguro, caução etc.).

Como se preparar para a mudança?

Após a assinatura do contrato de aluguel é o momento de organizar a mudança de casa. Lembre-se de que é possível manter a mente calma e até aproveitar essa etapa de forma divertida e alegre.

Uma dica interessante é dada no livro “Maria Mudança”, do escritor Manuel Filho, que ressaltou o foco nos aspectos positivos para encarar o processo com leveza. Agindo assim, o passo a passo para a organização da mudança, que daremos a seguir, não será estressante. Vamos às etapas!

Decida como será transportada a mudança

Definir a maneira como os itens serão transportados é fundamental para não travar as próximas fases. Quando essa decisão é logo tomada, a dia da mudança fica estabelecido, tornando mais fácil se organizar. Então, acesse a internet em busca de orçamentos de várias transportadoras.

Atualmente, existem as plataformas de mudança. Funciona assim: você faz um cadastro com informações sobre a quilometragem a ser percorrida entre as residências e os itens que pretende levar. Em seguida, sua solicitação fica visível para as transportadoras enviarem os seus orçamentos.

O que você precisa fazer é analisar o quanto pode pagar e optar pela oferta que mais se aproxima da sua realidade financeira. Tente também negociar um desconto, pois muitas empresas aceitam cobrir uma oferta feita pela concorrência.

Há transportadoras que oferecem vários tipos de serviços extras como a montagem e a desmontagem de móveis. Obviamente, são cobradas taxas por essas comodidades. Caso queira economizar, é melhor contar com a ajuda de amigos e familiares. Igualmente importante é verificar a reputação da empresa por investigar se há reclamações de clientes sobre os seus serviços.

Organize a desmontagem da casa

Com certa antecedência, estipule um dia para começar a desmontar os objetos e móveis da antiga casa. Não deixe para o dia anterior ao da mudança e nem para vinte dias antes, pois essas duas atitudes geram desconforto e estresse. O ideal é começar faltando uma semana.

Uma ótima dica é definir a ordem em que os cômodos serão desmontados. Seria interessante começar pelos cômodos menos utilizados e deixar os mais funcionais por último.

Até mesmo os objetos dos ambientes precisam seguir uma ordenação. Por exemplo, no quarto, as camas devem ser desmontadas na véspera da mudança, e na sala, a mesa de jantar, pois são móveis de uso diário e fundamentais para o conforto da família.

Tente conseguir um bom número de caixas de papelão dos mais diversos tamanhos. Então, divida as caixas por cômodos e identifique-as com uma caneta, escrevendo os objetos guardados dentro de cada uma delas. Lembre-se de que os itens frágeis precisam ser protegidos mesmo dentro das caixas com plástico-bolha, lençóis ou jornal.

Estabeleça a ordem da mudança

Algo muito importante é evitar o comportamento comum de colocar todos os objetos da casa misturados na sala ou em um cômodo mais espaçoso para facilitar a retirada pela transportadora. Embora seja uma boa intenção, fazer isso impede a praticidade da organização da mudança, visto que levará tempo para separar os itens por cômodos na nova moradia.

O mais sensato a fazer é deixar os móveis e outros objetos desmontados nos seus respectivos cômodos. Ao passo que forem retirados, naturalmente serão agrupados dentro do caminhão. Então, quando chegar ao novo imóvel, peça aos profissionais que coloquem as caixas nos seus devidos ambientes.

Aproveite para descartar objetos desnecessários

Muitas transportadoras cobram pela quantidade de objetos que fazem parte da mudança. Por isso, é melhor levar apenas o que é indispensável para o seu lar. Às vezes acumulamos coisas que não usamos e que ficam jogadas em algum canto esquecido da casa. Aproveite para descartar o que não tem mais serventia e doe para instituições as roupas e objetos mais conservados.

Fique atento ao material de reserva

Já aconteceu com você de arrumar as malas para uma viagem e, antes de por “o pé na estrada”, ter que desfazer a bagagem porque precisou de um item que havia guardado? Pois é, tome cuidado para não passar por isso no dia da mudança. Para evitar esse contratempo, separe algumas caixas com a identificação: objetos necessários.

Inclua nessas caixas tudo o que precisa estar à mão durante o processo de mudança de casa. Por exemplo:

  • algumas peças de roupa;
  • livros;
  • documentos;
  • itens de higiene pessoal;
  • dispositivos eletrônicos etc.

Além disso, não faça compras grandes e reserve alimentos instantâneos para serem consumidos no dia da mudança. Lembre-se de que a geladeira precisará ser desligada e é preciso esperar algumas horas até retornar o seu funcionamento no novo apartamento.

O que deve ser comprado para a nova casa?

Caso você leve todos os seus móveis e objetos na mudança, não haverá a necessidade de comprar muitas coisas. Por outro lado, talvez seja necessário repor itens que se perderam durante o transporte ou que serão necessários após entrar no apartamento novo.

Quer ver um exemplo? Quem nasceu e viveu muito tempo em uma cidade grande, acostuma-se com uma voltagem elétrica padrão (normalmente 110 v). Contudo, nas cidades menores é muito comum a voltagem de 220 v, tornando indispensável o uso do transformador para ligar os aparelhos que não são bivolts.

Quando uma pessoa se muda da região nordeste para a sul, dependendo da temperatura da cidade no inverno, o aquecedor também fará parte dos equipamentos do apartamento.

Mas o que dizer daqueles que saem da casa dos pais e precisam ainda montar o apartamento do zero? Nesse caso, é sábio fazer uma espécie de enxoval com os itens básicos e indispensáveis para o dia a dia. Porém, tome cuidado para não comprar muita coisa supérflua. Para ajudar, mostraremos uma lista com cada item necessário por cômodo.

Quarto

  • três jogos de lençol;
  • um edredom;
  • um cobertor;
  • dois protetores de colchão;
  • um conjunto de cabides;
  • um travesseiro;
  • quatro fronhas.

Banheiro

  • seis toalhas para o rosto;
  • três toalhas de banho;
  • um conjunto de peças para guardar itens de higiene;
  • uma lixeira pequena;
  • dois tapetes;
  • uma escova para o vaso sanitário.

Cozinha

  • um conjunto de talheres (um conjunto para quatro ou eis pessoas é um bom número);
  • um aparelho de jantar ou jogo de pratos e copos ( quatro a seia de cada também é bom!);
  • um escorredor de louças;
  • um abridor de latas;
  • um afiador de facas;
  • um saca-rolhas;
  • um conjunto de peneiras;
  • três assadeiras de tamanho pequeno, médio e grande;
  • colheres grandes para cozinhar;
  • um conjunto de panelas;
  • um apoio para panelas;
  • uma escumadeira para frituras;
  • duas conchas para pegar feijão, caldos e sopas;
  • um escorredor de arroz e um para massas;
  • um espremedor de alho;
  • um cortador de pizza;
  • uma colher para sorvete.
  • duas formas de gelo;
  • quatro panos de prato;
  • um jogo americano;
  • uma luva antitérmica;
  • uma lixeira;
  • um porta detergente e esponja;
  • um conjunto de potes plásticos para guardar alimentos e aquecer refeições no micro-ondas;
  • um saleiro e um açucareiro;
  • um pote para colocar café;
  • uma tábua para cortar alimentos;
  • uma tesoura;
  • um porta-temperos;
  • duas toalhas de mesa;
  • um ralador;
  • filtro de água.

Área de serviço

  • um balde;
  • uma vassoura;
  • um rodo;
  • uma pá de lixo;
  • quatro panos de chão;
  • um gaveteiro para guardar os panos;
  • duas flanelas;
  • um cesto para colocar as roupas sujas;
  • uma tábua de passar roupa;
  • uma escova para limpeza e outra para lavar a roupa;
  • um varal portátil;
  • um conjunto de pregadores de roupas.

Sala

  • duas almofadas;
  • uma cortina;
  • um tapete;
  • um mural para colocar as fotos da família e matar a saudade.

Como você pode perceber, não incluímos os móveis e eletrodomésticos de cada ambiente, pois faremos isso a seguir. Caso a apartamento o kitnet que você alugou não seja mobiliado e, por isso, não tenha já esses itens inclusos e instalados, o ideal é comprar primeiro os básicos e indispensáveis, como:

  • o fogão;
  • a geladeira;
  • a cama;
  • o guarda-roupa;
  • o sofá;
  • a mesa;
  • o ventilador.

Após isso, adquira os que podem lhe dar mais conforto e praticidade. Entre eles estão:

  • a lavadora de roupas;
  • o micro-ondas;
  • a TV;
  • o ar-condicionado etc.

No caso de pessoas solteiras que trabalham e estudam o dia inteiro ou casais que não querem ter muito trabalho na limpeza da casa e mais funcionalidade na desmontagem dos móveis, o melhor é optar por mobiliários práticos. Por exemplo, em vez de um enorme guarda-roupa de madeira, utilize estantes, ganchos nas paredes, araras ou roupeiros.

As prateleiras funcionam bem na organização de caixas, sapatos e produtos de limpeza. Existem camas e bancos que apresentam gavetas acopladas e que substituem um armário ou criado-mudo. Na área de serviço, o varal pode ser de chão e desmontável. Já na sala, um sofá-cama traz economia de espaço quando você for receber visitas de parentes e amigos.

Quando o assunto é cozinha, as mesas modulares permitem que sejam fechadas quando não estão sendo utilizadas, assim como as cadeiras dobráveis. No lugar do armário, algumas prateleiras fixadas embaixo ou em cima da pia são ótimos lugares para armazenar condimentos, pratos e talheres. Para os banheiros, as estantes desmontáveis com vários níveis conseguem ajudar na organização dos itens de higiene e das roupas de banho.

E será que sobra espaço no apartamento para um pequeno escritório de trabalho ou estudo? É claro que sim! Não precisa comprar uma mesa tradicional, pois se encontram com facilidade nas lojas móveis que são embutidos na parede e dobráveis.

Como fazer a transferência de contas para o meu nome?

No meio de tanta agitação que uma mudança de casa proporciona, é muito fácil se esquecer da transferência de endereço das suas contas. Atualmente, muitos utilizam as alternativas virtuais, enquanto outros ainda gostam de receber os boletos impressos.

Não importa o modo como recebe os avisos de pagamento ou outros tipos de correspondência, uma vez que será necessária a alteração de endereço pela internet ou telefone.

O segredo é montar uma lista com todos os lugares que enviam correspondências para você e que exigem a atualização do seu endereço. Por exemplo:

  • as empresas que fornecem água, energia elétrica e internet;
  • as lojas virtuais que frequentemente faz compras;
  • a faculdade;
  • o setor de recursos humanos do trabalho;
  • bancos;
  • documentos oficiais.

Nessa fase, é fundamental já pedir a instalação de serviços do novo apartamento. Do contrário, corre-se o risco de você ficar uns dias sem internet, gás a até energia elétrica.

Como organizar o lar após a mudança?

Bem, nessa fase, você já está dentro do seu novo apartamento e sente uma mistura de alegria, desespero e muito cansaço ao ver que ainda precisa descobrir como limpar a casa nova. Se você seguiu a sugestão que demos anteriormente, está na vantagem, pois todas as caixas estão nos seus respectivos cômodos.

Mesmo assim, ainda é preciso realizar a desmontagem das caixas e a manter a casa organizada com planejamento. Estabeleça uma ordem de prioridade, ou seja, começando pelos cômodos mais usados como a cozinha e o quarto.

A primeira tarefa é montar os móveis. Mas e se não for possível realizar a montagem de todos no mesmo dia? Pelo menos os mais necessários em cada ambiente como a cama e a mesa de cozinha devem estar prontos para serem usados.

Uma vez que as caixas estão identificadas, arrume os objetos de acordo com a sua finalidade. Por exemplo, no armário da cozinha, organize os talheres nas gavetas, depois os copos nas prateleiras etc. Terminando essa tarefa, inicie a arrumação dos produtos que serão armazenados na geladeira.

Ao passo que as caixas vão sendo desocupadas, jogue-as fora, assim como o plástico-bolha, jornais e tudo que não faça parte dos itens do lar. Vale lembrar que alguns objetos precisam ser lavados. Se estiver com pouca disposição, reserve-os em um local para depois lavá-los com calma. Aos poucos o novo apartamento ficará com o aspecto de lar!

Enfim, a mudança de casa traz muito trabalho, mas inúmeros aprendizados. Um deles é a importância de se renovar, sair da zona de conforto e vivenciar novas experiências. No entanto, não é preciso encarar esse processo como algo traumático. Na verdade, as mudanças ocorrem a todo instante na nossa vida, e se não fossem elas, ficaríamos estagnados.

O que achou do nosso artigo? Entendeu tudo o que precisa para fazer uma mudança de casa organizada e eficiente? Que ótimo!

Já encontrou seu novo lar?

Se você é um estudante prestando vestibular e ainda não decidiu onde irá morar caso passe na prova, acesse a LiveHere e conheça uma imobiliária focada em imóveis para universitários.

Deixe uma avaliação!

Classificação 5 / 5. Votos: 3

LiveHere no Instagram

Vai estudar Medicina na PUC - Sorocaba? Confira este apartamento incrível a apenas 5 minutinhos da faculdade! ✅
O imóvel está localizado no Jardim Santa Lucinda e conta com 2 quartos ,2 banheiros, 1 sala, 1 cozinha americana, área de serviço, 1 vaga de garagem coberta, área útil de 60 m² e um quintal de 120 m².
Quer conhecer? Manda um Whats pra gente informando o código LH52C 📲(19) 99229-1972
Anuncie grátis, alugue sem burocracias e receba em dia! Com a LiveHere é assim 💙
Tem um imóvel vago em Campinas ou São Carlos e quer alugar o mais rápido possível, com segurança e sem burocracias? A Livehere pode ajudar você, proprietário, a conseguir o morador ideal para o seu imóvel! 😁🏠 Somos especialistas em alugar imóveis para universitários e estamos ansiosos para conhecer o seu empreendimento!
Confira 5 motivos para alugar seu imóvel para universitários: http://bit.ly/imovel-para-universitarios
O Danillo, morador da Livehere, contou pra gente como as facilidades do nosso processo de locação o ajudaram a realizar a assinatura do contrato e a mudança com rapidez e segurança.
Assista o vídeo para conferir o depoimento completo: https://youtu.be/Dz9x8nh6p7o

Imperdível!

Publicidade