Vida Universitária » Morar sozinho? Dicas para evitar contratempos
Vida Universitária

Morar sozinho? Dicas para evitar contratempos

Morar Sozinho - Dicas
Publicidade:

O momento de sair da casa dos pais é bastante esperado pela maioria dos jovens, independente de seus motivos — seja para realizar uma graduação em outra cidade, seja pela conquista de um novo emprego, ou, inclusive, pela própria vontade de atingir a sua independência. A questão é que morar sozinho abre um mundo novo de possibilidades.

Essa etapa significa, em resumo, amadurecimento: ao mesmo tempo em que uma grande liberdade advém da etapa de morar só, importantes responsabilidades surgem como consequência. Por isso, se você tem essa oportunidade, considere-se uma pessoa muito sortuda e aproveite o momento!

Pensando nessa etapa, principalmente na vida universitária, a LiveHere preparou algumas dicas importantes para você que está de mudanças e irão morar sozinho.

Faça um planejamento financeiro

O primeiro baque de morar sozinho é a percepção de como o mundo pode ser caro. Isso porque, morando com os pais, os jovens podem não precisar realizar os afazeres essenciais à sobrevivência, como comprar alimentos no mercado ou contabilizar os gastos de alugar um imóvel.

Por isso, fazer um planejamento financeiro é essencial para quem vai ter a experiência de morar só, principalmente se você tiver um orçamento mensal já definido pela família. Prepare o lápis e o papel e aprenda, de uma vez por todas, a cuidar de sua saúde financeira.

Conheça os principais gastos

A etapa fundamental nesse processo é a identificação prévia dos principais gastos. Isso significa que você deve avaliar a sua rotina e nomear todos os gastos essenciais à sua vida em uma nova residência, tais como:

  • aluguel;
  • condomínio (em caso de casas em condomínios fechados ou, principalmente, apartamentos);
  • água (muitas vezes, já incluída no valor do condomínio);
  • energia elétrica;
  • gás;
  • internet;
  • e mercado, com gastos referentes à alimentação, higiene pessoal e limpeza.

Igualmente essencial, valores referentes ao transporte diário utilizado por você, para comparecimento à universidade ou ao trabalho, também devem ser contabilizados, além de gastos referentes à saúde, como a compra de um analgésico ou remédio para tosse.

Por isso, a dica é realizar esse orçamento com base em um período — seja semanal, quinzenal ou mensal — e deixar um extra para possíveis emergências. Aqui, vale o ditado de que é melhor sobrar do que faltar, justamente para evitar transtornos futuros que podem acarretar no atraso do pagamento de um boleto importante.

Use planilhas online, aplicativos com cunho financeiro ou o famoso caderninho e não perca de vista os seus gastos. Uma boa dica é separar cada valor para uma destinação e anotar todos os gastos efetuados — até mesmo aqueles pequenos lanches ou aquela casquinha no fim da tarde.

calculos do dia a dia
Planejar os gastos ajuda a ter uma visão real de quanto você possui

Aprenda a economizar

Você percebeu que lazer não foi incluído no item de gastos essenciais, não é mesmo? Isso porque esse custo pode variar muito de pessoa para pessoa, além de depender do custo de vida da cidade eleita para moradia.

Como o lazer também é importante para a vida em sociedade, marcado pela reunião de amigos no bar próximo à faculdade, pelas idas ao cinema aos finais de semana ou, mesmo, pela realização de caminhadas no parque da cidade, separe um valor para ser usado em seu próprio benefício e use bem esse montante.

Esse momento é ótimo para aprender a economizar e reduzir as despesas de casa: mesmo que os seus familiares paguem o seu aluguel, use o seu dinheiro com responsabilidade e controle de forma eficaz a sua quantia mensal. Jovens que compreendem como direcionar os seus gastos tornam-se adultos muito mais conscientes e propensos a atingir os seus objetivos com mais facilidade.

Estabeleça prioridades

Estabelecer prioridades é a resposta para ambos os itens mencionados acima. No momento de definir os seus gastos essenciais e de aprender a economizar, você, necessariamente, deve estipular os itens de desejo para a aplicação de seu dinheiro.

Por isso, esse vai ser um exercício constante em sua nova fase. Terão dias, por exemplo, que a vontade de pedir um delivery de sushi e cerveja falarão mais alto do que o extrato bancário não tão recheado ao final do mês. Quando isso acontecer, maneire no dia seguinte e não deixe a sua conta entrar no vermelho.

Aliás, aqui vai uma ótima dica aos estudantes: não contrate o chamado cheque especial. Esse tipo de crédito, bastante recorrente nos mais diferentes tipos de conta pelos bancos afora, funciona como um empréstimo aos correntistas e é baseado em altas taxas de juros. Cuidado com as ciladas!

cartões de crédito

Pesquise o local mais adequado

O assunto referente ao local de moradia merece bastante atenção, principalmente de quem vai iniciar a etapa de morar sozinho. A escolha da casa ou do apartamento ideal pode significar a economia de valores de transporte, o aumento ou a diminuição da segurança e a facilidade em fazer novos amigos na vizinhança. Veja, a seguir, como escolher o local mais adequado para a sua nova moradia.

Considere a distância para a universidade

Para estudantes universitários, considerar a distância da casa ou do apartamento para a universidade é item básico. Isso porque lugares mais próximos ao campus de estudo dispensam o uso de automóvel, transporte coletivo ou caronas para as viagens diárias. Por isso a LiveHere nasceu, ajudando estudantes na escolha do imóvel ideal.

Assim, se você não deseja ter dor de cabeça para decidir qual meio de transporte escolher para essa função, a opção de morar em um bairro próximo à universidade é uma ótima medida. Além disso, a própria vizinhança de instituições de ensino costuma ser composta por estudantes, auxiliando a integração dos novos moradores.

Por outro lado, se você conta com um carro na garagem ou prefere o uso de transporte coletivo para chegar à faculdade, o leque de opções de bairros acaba se tornando maior. Confira as facilidades da região a sua escolha, como a existência de mercados, agências bancárias e farmácias, antes de eleger o imóvel.

Escolha um local seguro

O quesito segurança é primordial para quem deseja viver bem, principalmente para pessoas que desejam morar sozinhas. É por esse motivo que a recomendação inclina-se à busca por imóveis que façam parte de condomínios fechados, sejam casas ou apartamentos.

Estreitando ainda mais o funil de opções, morar só significa menos mão de obra no momento da limpeza e da organização, razão pela qual a busca por apartamentos pequenos surge como medida mais acertada aos interessados.

Avalie se os apartamentos em questão oferecem guarita para os porteiros, se existem agentes de segurança no local e, também, se há um sistema informatizado de câmeras e portões automatizados para o ingresso dos moradores e visitantes. São diversos detalhes, não é mesmo? Monte um check list dos requisitos essenciais e acerte na escolha de sua nova residência!

Use a internet para fazer pesquisas

Hoje em dia, com a tecnologia tão presente no cotidiano da população, a internet deve ser vista como uma aliada às mais diferentes etapas de vida das pessoas. Quem deseja morar sozinho, por exemplo, vai utilizar essa ferramenta em diversos momentos, iniciando com a própria pesquisa pelo imóvel.

Para você buscar apartamentos ou casas de forma segura, a primeira dica é procurar sites confiáveis, para evitar ciladas ou possíveis golpes cibernéticos. Por isso, desconfie de propostas muito tentadoras ou que solicitam qualquer tipo de depósito prévio para garantir a sua vaga.

Tenha atenção às informações passadas, confirme a data da publicação e analise com calma as fotos do anúncio. Se você ainda estiver em dúvida sobre a credibilidade das informações, entre em contato com o telefone passado e agende uma visita — sempre de forma acompanhada por algum familiar ou amigo.

Vale ressaltar, no entanto, que a busca pelo imóvel ideal pode ser muito mais facilitada a partir do auxílio de um profissional da área. Contar com uma assessoria imobiliária para alugar um imóvel pode fazer toda a diferença!

pesquisa na Internet

Visite os imóveis

A última etapa da escolha da casa ou do apartamento para servir como nova moradia é a visita ao imóvel. Como mencionado acima, a dica é conhecer os imóveis escolhidos com alguma companhia, seja de algum parente ou amigo: além de ser mais seguro, é sempre bom contar com uma segunda opinião em um momento tão importante.

Se você contar com uma assessoria imobiliária, todo o procedimento se torna mais tranquilo. Como é o corretor de imóveis que solicita as chaves com o proprietário e realiza o trâmite do agendamento de uma data acessível para todos os envolvidos, você fica livre de questões burocráticas.

O resultado desse fator é a economia de tempo e energia para serem aplicados aos pontos que realmente interessam, quais sejam, a escolha da nova moradia e a preparação da mudança. Depois, é só encaixotar os móveis e objetos e partir para a nova rotina!

Planeje a organização do dia a dia

Depois de escolher a nova casa, preparar a sua instalação e desempacotar a mudança, a organização do dia a dia é a mais nova tarefa do momento, em seu sentido mais amplo da palavra. Agora, não basta apenas deixar o quarto arrumado: você será responsável por realizar as compras dos itens de limpeza, deixar a sua casa em bom estado, além de separar tempo para a faculdade ou o trabalho.

Para tanto, é importante manter uma certa rotina e cuidar desses detalhes de forma constante. Confira, a seguir, algumas sugestões para cumprir com honra essa importante missão!

Mantenha tudo em ordem

A manutenção da ordem refere-se às condições ideais para uma moradia confortável. Por isso, se você não realizar as compras de tempos em tempos, a dispensa ficará vazia para o preparo do almoço e do jantar, da mesma maneira que não tirar a poeira dos móveis pode facilitar o ataque com força da tão incômoda rinite alérgica.

Assim, é essencial manter a organização para viver bem:

  • tenha o costume de arrumar a cama logo que se levantar;
  • lave a louça assim que fizer comida;
  • não demore muito para estender a roupa lavada — evitando que ela fique muito amassada;
  • pendure as toalhas no varal sempre que finalizar o banho;
  • troque os lixos com frequência;
  • entre outras ações.
faxina diária
A faxina diária não vai te matar!

Lembre-se de que a manutenção de uma rotina organizada evita a contratação de faxineiras ou empregadas domésticas para a efetivação de uma limpeza pesada, auxiliando a economia de uma boa quantia de dinheiro.

Faça uma planilha para auxiliar a realização dos afazeres domésticos

As planilhas são ótimas aliadas, seja em relação ao planejamento financeiro, seja na realização dos afazeres domésticos. Por isso, utilize as planilhas existentes nos programas de seu computador ou elabore esse documento de forma online e determine os dias destinados à limpeza.

Uma boa sugestão é separar um dia do mês para realizar uma faxina mais pesada, com a aspiração do pó, a limpeza do chão e uma boa lavagem na cozinha e no banheiro. Nas semanas seguintes, basta manter essa faxina com pequenas atitudes, como não deixar acumular louça e trocar os lixos do banheiro e da cozinha com frequência.

Avalie a sua rotina e escolha os seus dias mais tranquilos para destiná-los aos afazeres domésticos, determinando, inclusive, um dia específico para passar a roupa amassada. Com uma planilha pronta, você terá maior visibilidade de sua rotina e conseguirá agendar outros compromissos com maestria.

Planeje uma decoração agradável

Morar bem está diretamente relacionado a uma decoração agradável — e essa ferramenta não requer o gasto de altas quantias de dinheiro. Atualmente, com diversos tutoriais no YouTube, é possível reutilizar móveis, confeccionar objetos de decoração a partir de garrafas de vidro ou pallets e reformar antigos utensílios. Aproveite e conheça as dicas de decoração que a LiveHere indica.

Além disso, compor uma decoração com plantinhas e bastante verde não prejudica o seu orçamento. Como existe uma infinidade de plantas pelo mercado, a dica é focar em mudas menores, mais baratas e que requerem pouco cuidado, justamente para não comprometer a sua rotina.

Use e abuse de porta-retratos, quadrinhos decorativos e cores diversificadas nas cortinas e nos móveis. Lembre-se que a solidão pode bater em determinados dias, motivo pelo qual é importante contar com um ambiente alegre e bem cuidado — mantenha o seu cantinho em ordem e aproveite a sua casa!

decoração clean
Menos é mais – busque espaços clean, sem entulhar!

Cuide do seu bem-estar

De nada adianta tomar todos os cuidados mencionados até agora, escolher o imóvel ideal, preparar a sua decoração e manter uma rotina de organização se você não observar o seu próprio bem-estar. Esse termo compreende a saúde física e, mais importante, a chamada saúde mental, tão falada nos dias atuais.

Veja, agora, algumas dicas de como realizar essa tarefa da melhor forma possível.

Aprenda a lidar com a solidão

Sair da casa dos pais e escolher um imóvel para morar só compreende uma alteração brusca na rotina de toda a família: você vai passar a andar com as próprias pernas, enquanto os pais poderão sentir a chamada síndrome do ninho vazio, a partir da sua ausência da rotina familiar diária.

Assim, você deve aprender a lidar com a solidão, com os dias mais silenciosos e com a saudade de casa. Nesse início, a sugestão é voltar com mais frequência para visitar a cidade natal, principalmente enquanto a rotina na graduação é um pouco mais leve.

De qualquer modo, aprender a morar sem outras pessoas em casa é uma tarefa constante. Utilize a música como aliada, deixe a TV ligada quando o silêncio se tornar incômodo ou, mesmo, convide um vizinho para compartilhar uma refeição e vá se acostumando ao novo cotidiano.

Tenha horários de lazer

Cada pessoa tem a sua ideia de lazer ideal: ele pode ser a leitura de um bom livro, a apreciação de shows ou concertos em sua nova cidade ou o comparecimento a festas e eventos sociais da faculdade — diga-se de passagem, ótimas oportunidades para fazer amigos.

Por isso, mesmo que a rotina de provas, trabalhos e organização da casa esteja pesada, separe um dia na semana para se dedicar às atividades que tornam a sua vida mais leve. Se o orçamento estiver apertado, busque opções gratuitas na cidade ou em sua própria universidade e garanta ótimas experiências.

diversão com amigos
Uma dica maneira é chamar os amigos para curtir a natureza

Mantenha uma boa alimentação

Para quem não sabe cozinhar, esse item pode ser considerado um dos mais difíceis desta lista. Universitários de grandes universidades podem contar com o chamado restaurante universitário ou bandejão, local em que são fornecidas refeições aos alunos com um preço muito mais acessível.

Já estudantes que não têm esse benefício podem escolher entre duas opções: aprender a cozinhar ou comprar comida em um bom restaurante. A primeira sugestão acaba sendo mais econômica e, na grande maioria das vezes, mais saudável, considerando a possibilidade de colocar menos sal na comida, utilizar pouco óleo e escolher melhor os nutrientes.

Entretanto, recomenda-se a quem tem uma rotina apertada contar com um bom restaurante. Hoje em dia, é possível solicitar a entrega de comida por aplicativos no celular ou, mesmo, realizar pacotes de entrega de refeição, inclusive do setor fitness.

Pratique exercícios regulares

Já estão comprovados os benefícios da prática de atividades físicas de forma regular, principalmente no que se refere aos efeitos positivos no organismo do praticante. Assim, com o aumento da oxigenação do cérebro e com a elevação da endorfina, hormônio responsável pela sensação de bem-estar, é essencial incluir a prática de um exercício físico em sua rotina.

Esse item é extremamente democrático, já que atende a diversos gostos, perfis e bolsos, além de auxiliar a realização de novas amizades com a sua chegada à cidade. Identifique o que você gostaria de praticar e vá em frente:

  • se você gosta de ambientes fechados e tem uma inclinação a puxar ferro, a academia é o local ideal para você;
  • se a preferência é por áreas verdes e ao ar livre, a caminhada e a corrida requerem apenas um bom tênis e uma planilha adequada de treinos;
  • já pessoas que gostam de estar sempre rodeadas por amigos, a dica é a procura por esportes coletivos, como o basquete, futebol e handebol;
  • por fim, práticas individuais são mais procuradas pelas mulheres, como yoga e pole dance. Se você adora um desafio e tem interesse em novidades, procure uma dessas aulas e se encante!

Receba os seus amigos

Uma das recompensas mais gostosas em montar a própria casa é organizar jantares e reuniões para receber os amigos mais queridos. Essa prática estreita os laços feitos, diminui a solidão de morar sozinha e aumenta a qualidade de vida de todos os envolvidos.

Uma sugestão bem legal é organizar um evento chamado open house, cuja intenção é auxiliar a moradora a adquirir todos os utensílios necessários para viver. Se você já tem uma certa intimidade com o seu círculo de amigos, promova essa reunião, compre bebidas e petiscos para todos e receba, em troca, pequenos presentes de casa — utensílios de cozinha, equipamentos de limpeza e objetos de decoração fazem parte dessa lista.

almoço com os amigos

Aproveite muito essa nova fase

Por fim, aproveite muito essa nova fase e construa memórias inesquecíveis! A etapa de morar sozinho implica grande crescimento, amadurecimento e uma ótima oportunidade para aprender a lidar com as adversidades — como trocar a resistência do chuveiro, saber se relacionar com a vizinhança e, inclusive, aprender a matar uma barata.

Por outro lado, adquirir mais liberdade, conseguir manter uma boa rotina, receber as pessoas de sua escolha e determinar os seus próprios passos compõem uma experiência e tanto. Organize-se bem, não deixe de lado o cotidiano de estudo ou de trabalho e aproveite essa chance que poucas pessoas têm. Boa sorte com a nova residência e seja muito feliz em sua nova fase de vida!

São diversas as vantagens de sair da casa dos pais: morando sozinho você vai poder vivenciar um novo estilo de vida e aprender a andar com as próprias pernas. Claro que essa etapa não é feita apenas de momentos positivos, mas saber como passar pelas dificuldades do dia a dia é uma grande lição. Se você tem essa oportunidade, agarre-a com força e tenha uma experiência incrível com a nova rotina!

Gostou do nosso guia completo para quem deseja se aventurar morando só? Bem interessante, não? Agora curta a nossa página no Facebook e veja outros posts relacionados ao assunto.

Procure seu imóvel perto das principais faculdades. A LiveHere é especializada em aluguel de imóveis para universitários.

Deixe uma avaliação!

Classificação 5 / 5. Votos: 16

LiveHere no Instagram

Vai estudar Medicina na PUC - Sorocaba? Confira este apartamento incrível a apenas 5 minutinhos da faculdade! ✅
O imóvel está localizado no Jardim Santa Lucinda e conta com 2 quartos ,2 banheiros, 1 sala, 1 cozinha americana, área de serviço, 1 vaga de garagem coberta, área útil de 60 m² e um quintal de 120 m².
Quer conhecer? Manda um Whats pra gente informando o código LH52C 📲(19) 99229-1972
Anuncie grátis, alugue sem burocracias e receba em dia! Com a LiveHere é assim 💙
Tem um imóvel vago em Campinas ou São Carlos e quer alugar o mais rápido possível, com segurança e sem burocracias? A Livehere pode ajudar você, proprietário, a conseguir o morador ideal para o seu imóvel! 😁🏠 Somos especialistas em alugar imóveis para universitários e estamos ansiosos para conhecer o seu empreendimento!
Confira 5 motivos para alugar seu imóvel para universitários: http://bit.ly/imovel-para-universitarios
O Danillo, morador da Livehere, contou pra gente como as facilidades do nosso processo de locação o ajudaram a realizar a assinatura do contrato e a mudança com rapidez e segurança.
Assista o vídeo para conferir o depoimento completo: https://youtu.be/Dz9x8nh6p7o

Imperdível!

Publicidade