Vida Universitária » Residência Médica na UNICAMP: Tudo que você precisa saber
Vida Universitária

Residência Médica na UNICAMP: Tudo que você precisa saber

Residência Médica na Unicamp
Tudo que o médico recém formado precisa saber para cursar a residência médica na Unicamp e se formar especialista em sua área.

A Unicamp é uma das universidades mais concorridas do Estado de São Paulo, trazendo milhares de interessados por estudar na universidade, vista como umas das mais renomadas do mundo.

Com a Residência Médica na Unicamp não é diferente: anualmente, centenas de médicos formados se preparam para a especialização em alguma modalidade médica.

UNICAMP

Como é o Processo Seletivo da Residência Médica na Unicamp?

O processo seletivo da residência médica na Unicamp tem o mesmo padrão dos demais concursos. Dessa forma, ele se divide em três fases:

Prova Objetiva 

A prova teórica, pontuada de 0 a 10 e com peso equivalente à 50% da nota final do processo seletivo. Uma prova composta de 80 questões de múltipla escolha relacionadas às áreas básicas de:

  • Cirurgia Geral
  • Clínica Médica
  • Ginecologia e obstetrícia
  • Pediatria
  • Medicina preventiva e social

Prova Prática

A segunda etapa também é pontuada de 0 a 10 e seu peso equivale a 40%, por onde o candidato circulará entre as 5 estações práticas nas áreas:

  • Cirurgia geral
  • Clínica médica
  • Medicina preventiva e social
  • Ginecologia e Obstetrícia
  • Pediatria

Para esses certames o candidato apenas poderá levar os seguintes itens:

  • Óculos de grau, se usar
  • Documento de identificação
  • Estetoscópio

Currículo e Entrevista pessoal

A última etapa do processo seletivo tem um peso equivalente a 10, assim como as anteriores, é pontuada de 0 a 10.

Nesta fase será avaliado o curriculum vitae do candidato, e nele deverá conter:

  • Aproveitamento durante o curso de graduação;
  • Iniciação científica;
  • Publicação de trabalhos completos em periódicos;
  • Participação em teste de progresso;
  • Participação em atividade de representação estudantil

Diploma e CRM  

Tal como em qualquer instituição, antes de iniciar a residência médica, é obrigatório que o candidato tenha o diploma, bem como estar inscrito no Conselho Regional de Medicina. O registro pode ser do Estado de São Paulo, onde situa-se a universidade, ou do Estado do estado de origem do profissional.

Médicos formados no exterior

Os médicos formados no exterior podem prestar residência médica na Unicamp, para isso é importante que apresentem seu diploma de conclusão do curso devidamente revalidado para a atuação no Brasil (Revalida) assim como estarem registrados no CRM de São Paulo.

Caso o médico não tenha seu diploma revalidado, a Unicamp também realiza a revalidação dos seus certificados de conclusão de programas de residência médica expedidos por instituições internacionais. A revalidação é realizada por equivalência curricular e a aplicação de uma prova teórico-prática.

Médicos estrangeiros  

Os médicos estrangeiros que cursaram medicina no Brasil podem prestar a prova de residência médica, nos mesmos moldes exigidos para os brasileiros. Também devem apresentar o comprovante de inscrição no CRMSP e o visto permanente.

Cobrança Profissional

Como os residentes já são médicos formados, a instituição não os considera apenas como alunos, mas como profissionais, portanto a postura e ética profissional são cobradas, mesmo porque terão mais autonomia e maiores reponsabilidades.

Disciplina: Antes, durante e depois

A Unicamp é uma das únicas faculdades que oferece 46 especialidades de Residência Médica, por essa razão mesmo é uma das mais concorridas não só do estado de São Paulo, como do Brasil. É uma prova rígida, portanto, é normal que o Processo seletivo da UNICAMP exija disciplina e muita dedicação dos candidatos.

Mesmo depois de passar no Processo Seletivo, o candidato deverá se dedicar sobremaneira para cumprir as rotinas inerentes a especialidade escolhida, bem como adaptar-se aos plantões, horários e programas.

Quais as especialidades médicas disponíveis na residência médica na Unicamp?

São 46 especialidades médicas oferecidas na Residência Médica na Unicamp, sendo que as de acesso direto são:

  • Anestesiologia
  • Cirurgia Cardiovascular
  • Cirurgia Geral 3 anos
  • Área Cirúrgica Básica (2 anos)
  • Clínica Médica
  • Dermatologia
  • Genética Médica
  • Infectologia
  • Medicina de Emergência
  • Medicina de Família e Comunidade
  • Medicina do Trabalho
  • Medicina Intensiva
  • Medicina Nuclear
  • Medicina Preventiva e Social
  • Neurocirurgia
  • Neurologia
  • Ginecologia e Obstetrícia
  • Oftalmologia
  • Ortopedia e Traumatologia
  • Otorrinolaringologia
  • Patologia
  • Patologia Clínica/Medicina Laboratorial
  • Pediatria,
  • Psiquiatria
  • Radiologia e Diagnóstico por Imagem
  • Radioterapia

Especialidades Clínicas

  • Alergia e Imunologia
  • Cancerologia Clínica
  • Cardiologia
  • Clínica Médica – R3 (ano adicional)
  • Endocrinologia
  • Gastroenterologia
  • Geriatria
  • Hematologia e Hemoterapia
  • Nefrologia
  • Pneumologia
  • Reumatologia

Especialidades Cirúrgicas

  • Cirurgia de Cabeça e Pescoço
  • Cirurgia do Aparelho Digestivo
  • Cirurgia do Trauma (área de atuação)
  • Cirurgia Geral – Programa Avançado
  • Cirurgia Pediátrica
  • Cirurgia Plástica
  • Cirurgia Torácica
  • Cirurgia Vascular
  • Coloproctologia
  • Urologia

A instituição inclui também especialidades nas áreas da pediatria, sendo:

  • Alergia e Imunologia Pediátrica
  • Cancerologia Pediátrica (especialidade)
  • Cardiologia Pediátrica
  • Emergência Pediátrica
  • Endocrinologia Pediátrica
  • Gastroenterologia Pediátrica
  • Hematologia e Hemoterapia Pediátrica.
  • Medicina do Adolescente
  • Medicina Intensiva Pediátrica
  • Nefrologia Pediátrica
  • Neonatologia
  • Neurologia Pediátrica
  • Pneumologia Pediátrica
  • Reumatologia Pediátrica

Há também outras especialidades como:

  • Cirurgia da Mão
  • Mastologia

O médico residente também poderá contar com as Áreas de Atuação e Anos Adicionais como:

  • Administração em Saúde
  • Angiorradiologia e Cirurgia Endovascular
  • Ecocardiografia
  • Endoscopia Digestiva
  • Endoscopia Ginecológica
  • Hansenologia
  • Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista
  • Hepatologia
  • Infectologia Hospitalar
  • Medicina Fetal
  • Neurofisiologia Clínica
  • Psicogeriatria
  • Psiquiatria da Infância e da Adolescência
  • Transplante de Córnea
  • Transplante de Fígado
  • Transplante de Medula Óssea
  • Transplante de Rim – Nefrologia
  • Transplante de Rim – Urologia
  • Ultrassonografia em Ginecologia e Obstetrícia

Diante disso, podemos entender que a UNICAMP é uma das universidades mais completas quanto as especialidades médicas. Aproveite para estudar na Residência Médica na Unicamp.

faculdade de ciências médicas da Unicamp
Fonte: Facebook da FCM

Chamadas

Quem não foi convocado na primeira chamada pode continuar concorrendo as demais vagas, porém é necessário que os candidatos declarem interesse na vaga. Essa etapa é realizada exclusivamente pela Internet, portanto se o candidato não realizá-la ficará entendido que não houve interesse na vaga e ficará de fora das próximas convocações.  

TCC 

O processo de conclusão da carga horária exigida pela instituição, o médico residente deverá elaborar um trabalho de conclusão de curso (TCC) no último semestre do programa. Somente com a aprovação do TCC ele poderá receber o diploma de residência médica na área escolhida, tornando-se um médico especialista. 

Horas de Estágio

A Unicamp estipula que os médicos cumpram com 2.800 horas em estágio, nos dois primeiros anos do curso.

Essas horas de estágio podem ser realizadas em um dos três hospitais universitários administrados pela instituição:

  • Hospital de Clínicas (HC)
  • Hospital da Mulher “Professor Doutor José Aristodemo Pinotti” – Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (Caism)
  • Hospital Estadual Sumaré (HES)

E nos setores de apoio:

  • Hemocentro
  • Centro de Estudos e Pesquisas em Reabilitação “Prof. Dr. Gabriel O.S. Porto” (Cepre)
  • Centro de Diagnóstico de Doenças do Aparelho Digestivo (Gastrocentro)

Tais áreas estão inseridas na Faculdade de Ciências Médicas (FCM) e promove atividades de ensino, pesquisa, assistência e extensão. Esses centros de referência chegam a atender cerca de 500 mil pacientes por ano, principalmente provenientes da macrorregião de Campinas e sul de Minas Gerais.

Divisão do Trabalho 

Outra exigência da instituição de Residência Médica na Unicamp , em conformidade com o órgão regulador, é que os estudantes precisam cumprir 60 horas de trabalho semanal durante todo o programa. Até 90% é dedicada ao atendimento ambulatorial e, no máximo, 20% destinadas as aulas teóricas.

Treinamento em Serviço 

Quanto à divisão de trabalho, uma das etapas do programa de residência médica são os plantões semanais. A exigência é de 60 horas e essas aulas práticas leva o nome de treinamento em serviço, ou seja, colocar em prática o que foi aprendido durante as aulas teóricas, proporcionando um contato mais próximo com o paciente.

Cirurgião Médico

Tempo Integral

Os cursos de residência médica seguem o padrão de normas da Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM) o que significa que o programa será ministrado em tempo integral.

Avaliações práticas  

Durante o decorrer do programa, o residente passa por uma série de avaliações, em sua grande maioria práticas, na qual os professores priorizam para dar as notas segundo o desempenho dos médicos residentes.

Assessoria Técnica de Coordenação 

Este é um órgão de auxílio aos estudantes que escolherá o preceptor, o residente chefe e três representantes de residência. Tem por objetivo organizar, dirigir, orientar e supervisionar a Residência Médica.

Sendo assim, cada área de especialização deverá eleger um médico residente como representante e seus respectivos suplentes, com mandato de um ano.

A comissão é formada da seguinte maneira:

  1. Coordenador;
  2. Vice-Coordenador;
  3. Comissão Executiva;
  4. Conselho Deliberativos
  5. Assessoria técnica de Coordenação

Já as Subcomissões de Exames de Admissão à Residência Médica, são compostas da seguinte forma:

  • Subcomissão de Exames das especialidades de acesso direto
  • Subcomissão de Exames das especialidades clínicas
  • Subcomissão de Exames das especialidades cirúrgicas
  • Subcomissão de Exames das áreas de atuação em Pediatria

A Unicamp disponibiliza em seu site um artigo oficial completo falando sobre as funções e suas responsabilidades constantes no Regimento Interno.

Obrigações do Preceptor

O preceptor é um profissional que já possui seu certificado de especialista na área, cuja função é coordenar, fiscalizar e orientar o grupo de residentes em seu departamento. Algumas funções do preceptor é organizar as escalas de trabalho, atender as reivindicações dos alunos, comunicação com o COREME e demais funções.

Avaliação Anual 

A Avaliação Anual do programa é obrigatória. Com ela os médicos residentes responderão, por escrito ou por meio eletrônico, sobre os aspectos gerais do programa, do cumprimento das exigências por parte da instituição, entre outros fatores.

Programas da instituição

Todos os programas de residência médica da Unicamp são credenciados junto à Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM), promovendo o treinamento e qualificação de médicos.

A Unicamp em números, oferece:

  • 47 especialidades
  • 36 áreas de atuação
  • 6 programas de anos adicionais

Suspensão da Bolsa 

O bolsista terá o prazo máximo de 120 dias para suspensão de sua bolsa, por motivos de saúde.

Pós-graduação, Mestrado e Doutorado 

Depois de concluir a especialização é importante que o médico se mantenha atualizado. Para isso, é fundamental a continuidade dos estudos nos cursos de pós-graduação stricto sensu – Mestrado e Doutorado da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp (FCM).

Com isso, o profissional poderá desenvolver projetos e pesquisas dentro da própria instituição. O candidato poderá escolher entre algumas áreas:

  • Assistência ao Paciente Oncológico
  • Ciência Aplicada à Qualificação Médica
  • Ciências Médicas
  • Ciências da Cirurgia
  • Clínica Médica
  • Saúde Coletiva
  • Saúde Coletiva: Políticas e Gestão em Saúde
  • Saúde da Criança e do Adolescente
  • Saúde, Interdisciplinaridade e Reabilitação
  • Tocoginecologia
  • Farmacologia
  • Fisiopatologia Médica
  • Genética Humana
  • Gerontologia
  • Hemoterapia

Gostou das informações sobre a Residência Médica na Unicamp?

A LiveHere tem o imóvel ideal para o residente em medicina em Campinas. Aluguel Rápido, fácil, sem fiador e sem burocracias.

Deixe uma avaliação!

Classificação 5 / 5. Votos: 12

LiveHere no Instagram

Que hoje seja um dia de reflexão e descanso. Um feliz dia do trabalhador para todos! 😘💙
Apesar de hoje termos fácil acesso à leitura online, a sensação de ler em uma biblioteca, repleta de livros por todos os lados, é algo realmente inexplicável 😍
Toda proteção é extremamente importante! Bora se cuidar, galera!
Temos a honra de apresentar mais uma parceria incrível! Clientes da LiveHere em Campinas, Sorocaba e São José dos Campos tem descontos especiais no @meucantinhodeestudos 😍
Com ambiente humanizado e acolhedor, o Meu Cantinho de Estudos é uma excelente opção para os estudantes de 11 cidades espalhadas pelo Brasil. Idealizado como uma cabine de estudos diferenciada, o projeto se desenvolveu e culminou na construção de um local que, além de proporcionar as melhores condições para um estudo silencioso e eficiente, possibilita a criação de uma rede de interação, troca de experiências e atualização quanto aos diferentes métodos de estudo.
No Meu Cantinho de Estudos todo o ambiente foi pensado por quem tem uma larga experiência estudando dentro de casa, em bibliotecas públicas e em salas de cursinhos e pôde verificar a dificuldade de não encontrar um ambiente profissional que oferecesse segurança, conforto e tranquilidade. Todas as salas são climatizadas com temperaturas que variam conforme a individualidade dos seus usuários.
Incrível, né? Acesse o site para conhecer mais: meucantinhodeestudos.com.br

Confira